terça-feira, 11 de outubro de 2011

Exaustão?

Começo a ficar preocupada com meu estado físico, de uma forma geral. Há uma semana, exatamente, estou sob efeito de medicação, sem grandes progressos. Não obstante todos haverem terminado hoje, prevejo dias de recaída, visto que um "lado" da garganta começou a manifestar sinais de dor essa manhã.

Ontem, cheguei do pilates tão absurdamente cansada, previamente alimentada na padaria (sopa, por pura preguiça de mastigar), que mal consegui tomar banho e desabei na cama. O sono, nada reparador por sinal, não parece ter sido suficiente.

Estaria eu à beira da exaustão psico-física?

(pausa para uma observação: minha mãe, ao ler esse post, dirá que preciso retornar com urgência ao centro espírita, para "tratamento". Fernando, meu dileto amigo, médico, dirá que necessito de exames para avaliar a fundo a situação. Eu, de forma bem objetiva, diria: preciso de férias bem remuneradas).