terça-feira, 4 de outubro de 2011

Atacando em diversas frentes

Ah! bendita multidisciplinaridade. Vivemos um "retrocesso" positivo, no que tange a solucionar problemas. Emocionais, principalmente. Estamos abandonando a especialidade - psiquiatria, psicoterapia - e buscando visões "novas" para problemas do cotidiano.

Pausa nesse devaneio, para esclarecimentos: todo dia chega alguém com uma solução para a sua tristeza, uma explicação para o fato de você ter rinite ou dor de garganta. "É tudo emocional". 

Se é assim, então vamos lá pagar R$ 200,00 por consulta (começo a pensar em abandonar a advocacia para ser "terapeuta" -  e não me entendam mal), a fim de que uma pessoa estranha à realidade da minha vida (contexto familiar, sentimental, profissional, enfim) "descubra" o "problema" (o "bloqueio emocional") e me "cure". Ou pelo menos diga o que pode - ou deve - ser feito.

Cura meio cara, não é? Quanto deve me custar, o preço de um carro popular? Valores que podiam estar sendo empregados noutras finalidades? Bom, vamos lá... quem sabe dá certo???

#custo/benefício