quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Música e "acaso"

Enquanto escrevia o post anterior, ouvi uma música cuja letra me tocou, diante do que vive na noite de hoje. É do NX Zero (uma banda que eu nem gosto, nem costumo ouvir). Parece coisa do acaso, mas é certo que acasos não existem. Se tocou, e eu ouvi, há um propósito.

Se o medo e a cobrança, tiram minha esperança,
Tento me lembrar, de tudo que vivi,
E o que tem por dentro, ninguém pode roubar.
Descanço agora, pois os dias ruins, todo mundo tem,
Já jurei pra mim, não desanimar.
E não ter mais pressa, pois sei que o mundo vai girar,
O mundo vai girar, eu espero a minha vez.
O suor e o cansaço fazem parte dos meus passos,
O que nunca esqueci é de onde vim,
E o que tem por dentro, ninguém pode roubar.
Descanço agora, pois os dias ruins, todo mundo tem,
Já jurei pra mim, não desanimar.
E não ter mais pressa, pois que o mundo vai girar,
O mundo vai girar, e eu espero a minha vez.
E eu não to aqui pra dizer o que é certo e errado,
Ninguém tá aqui pra viver em vão.
Então é bom valer a pena, então é pra valer a pena, ou melhor não.
Os dias ruins todo mundo tem,
Já jurei pra mim, não desanimar
E não ter mais pressa, pois sei que o mundo vai girar,
O mundo vai girar, e eu espero a minha vez.


(Espero a minha vez)