sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Alternância de sentimentos

Estou alternando momentos de fúria e calmaria. Durante o almoço de hoje, agora a pouco, conversávamos sobre o pesadelo que ele teve essa noite. Na minha opinião, tinha a ver com a libertação do inconsciente, durante o sono, e todos os medos são liberados. 

Ele vira e pergunta "de que medos específicos você se refere?". Chutei o balde, e respondi que o medo de casar era um deles. Para minha surpresa (e posterior fúria), ele retrucou e disse que não tem medo de casar, simplesmente não acha que seja o momento certo. 

Bacana né? Agora, enauqnto escrevo este post, ele reclama que o estou tratando com frieza, e diz que depois da conversa de terça, não sou mais a mesma.

*** pausa para inspirar e não ter um ataque***

Honestamente, não sei o que fazer. Tenho rezado pedindo serenidade, porque se eu pedir força, com certeza estarei nas páginas policiais nos próximos dias. Quem estiver lendo este post, e puder me fazer uma caridade, reze por mim. Estou precisando, e muito!