quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Mudança necessária

Só quem não decepciona a gente é Deus mesmo... tudo bem que de vez em quando, até resmungamos diante dos desígnios, porém Ele sempre sabe o que é melhor para nós.

Diante de todos os acontecimentos de ontem, e do que ouvi à noite, tomei a decisão de cortar os fios de energia negativa que me unem àquele local, àquelas criaturas filhas de Deus. Sim, porque ao alimentar mágoas, estabeleço novas conexões e isso me impede de seguir em frente. Só que já passou da hora de ir em direção à luz, abandonar essa treva toda.

Hoje, conversando com a minha amiga querida que lá permenece, falei sobre a importância de quebrar esse ciclo de idas e vindas de comentários. Vamos criar uma nova corrente: de orações por todos. Porque Jesus disse que devemos amar aos inimigos.

Levei um tempão para entender que esse amor em nada se assemelhava ao que alimento pelos meus amigos, familiares, namorado... É tão somente não odiar, não desejar mal, é ser caridosa com quem me quer pelas costas. A minha atitude determina os meus próximos passos. Enquanto eu carregar mágoa, haverá espinhos e eu estarei descalça nessa trilha.

Só o tempo, esse amigo precioso, pode curar as feridas que eu deixei que fossem abertas em mim. Até lá, basta vigiar e orar, e reprimir pensamentos de vingança e ódio. Tarefa árdua, eu bem sei! Mas se Jesus perecendo na cruz foi capaz de pedir ao Pai pelos que fizeram aquilo, quem sou eu para arrastar comigo essa mágoa por quem me fez o que fez?

O que diferencia as pessoas, diante dos sofrimentos, são as atitudes. Existe a porta larga e a estreita... cabe a cada um escolher e arcar com as consequencias.