quinta-feira, 15 de março de 2012

Seguir em frente

Ontem eu recebi pelas atualizações dos blogs que sigo, um vídeo que estava postado no "Minha pele é melhor que a sua", blog da Dra. Luciana. De cara, o título me chamou a atenção: Diário da gestação de um bebê com anencefalia.

Update: vi hoje que ela retirou o vídeo do blog, porque algumas leitoras, grávidas, ficaram ansiosas... vou procurar depois no YouTube e compartilho, ok?

Pois bem, o vídeo em questão mostra - em fotos - os 4 últimos meses da gestação. Não adentrando o mérito, mas aquilo me tocou. Como o texto do início fala, enquanto se discute o aborto em casos semelhantes, sob o prisma religioso ou jurídico, ninguém imagina o que se passa entre o casal, a família de ambos, seus amigos. São sonhos que não vão se concretizar... é a certeza de uma certidão de nascimento com óbito já averbado, horas após o parto.

Ainda sim, essa mulher deu curso à vida, e vibrou com os "espasmos" do feto no útero, comprou bichinhos de pelúcia e sabe-se lá mais o que... pariu naturalmente, e deixou que as previsões se concretizassem, absolutamente consciente. Quanto desprendimento, nossa!

Esse processo do casal, de decisão em aceitar levar adiante a gestação de "Esther" (o nome da criança), de alguma forma, mexeu comigo (noutra seara, obviamente), com sentimentos que eu julgava sepultados em mim, com o perdão do trocadilho. Mas isso é assunto para outro post... ou, quem sabe, somente para o diário...