sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

O instinto primitivo

Não consigo despejar a fúria que me consome desde ontem. Escrever ajuda, mas o instinto primitivo fala muito mais alto.

Talvez seja prudente andar por aí com uma plaquinha de alerta pendurada no pescoço: cuidado, mulher irada! 

E como medida profilática, muay-thai. Afinal, espancar um saco de areia não é passível de penalidades.