quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Copo meio cheio, sim!

Imagem daqui
A terapia, de fato, contribui para que pequenos milagres aconteçam. Ontem, por exemplo, toda a conversa girou em torno do que há por trás da questão da insônia. Muitas lágrimas e confissões depois, nossa conversa abriu minha mente para a boa e velha história do copo meio cheio ou meio vazio

É fato: tudo nessa vida é questão de ponto de vista. No meu caso, sair do drama e passar à comédia não só é possível, como fundamental. Permanecer estagnada não vai resolver os problemas, tampouco vai me fazer dormir uma noite inteira.

Como falei no post sobre a luta do Minotauro, eu tenho que perceber o momento em que a vida ganhou, e devo "bater", antes que ela me quebre um osso do braço, de tanto torcer. A hora de bater é agora! Ok, ok, eu desisto de lutar e renegar os fatos. Urge sejam todas as questões mais próximas, resolvidas, ou pelo menos encaradas de frente. 

Não que a consulta de ontem tenha resolvido tudo. A psicóloga é uma ferramenta, não a Fada Madrinha. Porém, algumas resoluções começaram a pipocar aqui nessa cabecinha fervilhante. Coisas práticas, como comprar a tv nova, por exemplo. Até tentei, mas estava em falta na loja, rsrs. Hoje, quem sabe, eu já consiga dormir assistindo minha programação favorita.

No mais, enquanto escrevo estas linhas, penso numa forma de escancarar uma ferida que cobri com gaze e esparadrapo, mas que sangra diariamente, especialmente quando alguém faz questão de cutucar. Ultimamente, é sangue demais, o que significa que uma intervenção enérgica é necessária, e deve ser feita já!

Bom dia :)