quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

"As Brasileiras" e uma representante "Brasil"

Não é novidade que a caçula lá de casa dá um trabalho daqueles, mesmo contando com 23 anos. Por sinal, já contei algumas dela por aqui, e se eu fosse começar a desfiar o rosário, creio que daria um livro.

A última dela não foi inédita, mas vocês vão entender porque eu precisava começar o post por aqui... rsrsrs

Pois bem, saí do escritório ontem e fui à padaria adorável e tentadora, que fica nas imediações lá de casa. Honestamente, ficava olhando aquelas guloseimas enquanto aguardava o pão quetinho... praticamente um cachorro em frente à maquina de frango. Coisa de propaganda.

Na saída, com algumas sacolinhas caloricamente recheadas, rsrsrs, toca o maldito celular e era quem? Quem? Isso mesmo, a irmã, pedindo para ser apanhada no salão, pois não havia levados chinelos (estava de sapatilhas) e não tinha como ir andando para casa. Coincidência? Não! Mamãe havia fornecido meu paradeiro, então eu fui a vítima do golpe da carona.

Não sei porque raios me ocorreu, ali, dirigindo rumo à residência, em escrever um episódio para o seriado "As Brasileiras". Poxa, na hora já me veio o título: "A escorada do Cambeba". Foi tão espontâneo o pensamento, que eu ri sozinha na hora. Ela não entendeu nada.

Em casa, larguei tudo sobre a mesa da cozinha e corri para contar a ideia à mamãe, que quase morre de rir. 

... fiquei inclusive conjecturando que atriz poderia interpretá-la. Até o momento, não me veio qualquer ideia. Quem conhece a figura, por favor, ajude com uma sugestão, rsrsrs. (Fernando, topa fazer o projeto comigo???)