quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Passarinhos apagando incêndios

Creio que a maioria conhece a fábula do pequeno bem-te-vi, que transportava água com vistas a apagar o incêndio da floresta. Questionado sobre a impossibilidade de, em sendo tão pequeno, apagar o fogo, retrucou: eu tenho consciência, porém estou fazendo a minha parte.

Pois bem, hoje, vi um bem-te-vi: um vendedor de lanches, numa bicicleta. Ao avistar um idoso, sentado à calçada, escoradinho no muro do pátio da rodoviária e aparentemente faminto e com frio, parou, estendeu a mão e simplesmente entregou um pacotinho ao homem, que olhou, incrédulo, estendendo a mão para apanhar a comida.

Uma cena tocante, inesquecível.