terça-feira, 14 de junho de 2011

Uma tv com defeito, novas possibilidades

Minha tv resolveu se aposentar. Nem posso dizer que fora "sem prévio aviso", pois há quase 1 ano ela estava oscilando entre cores e azul/amarelo, rsrsrsrsrs.

Preliminarmente, a constatação do defeito me deixou perplexa; afinal, meus programas favoritos (adivinhem qual assunto? rs) não são de preferência da irmã, detentora do controle da tv da sala. Os canais dela são Fox, Warner, e os programas são séries, que não me apetecem, posto que viciantes, rs. Não quero ser dependente, nem de novelas, nem de séries.

Após ler os parágrafos anteriores, provavelmente você pensa que sou louca, no mínimo contraditória. Calma, eu explico: amo programas do GNT tipo "Vamos Combinar", "GNT Fashion", "Base Aliada", e do Home and Health, tipo "Esquadrão da Moda". Mas não posso dizer que seja, necessariamente, aficcionada. Se perder um episódio, posso assistir noutro dia (amo reprises). Já a irmã se planeja em função da programação.

Por sinal, ela tem a quem puxar: mamãe tem programas "AN/DN": antes da novela e depois da novela. Das 21h.

Ontem, cheguei em casa e fui direto ligar a tv. Rsrsrs, é o costume. Como não funcionou (apesar das minhas esperanças), resolvi ler a revista Estilo, que chegou na semana passada e eu só me dei o trabalho de abrir e jogar sobre a outra metade da cama, rsrs. Por sinal, a tal metade sempre tem um livro, uma revista, alguma coisa a ser lida.

O defeito da tv vai me "forçar" a ler mais, o que é extremamente positivo. De cabeça, consigo lembrar três ou quatro livros que aguardam por leitura: "Mulheres, Comida e Deus", "Para Francisco" (Lara, esse eu prometo ler e devolver, em breve), "Agindo como Dama, Pensando feito Homem", sem falar nos dois recém-adquiridos: Dona Benta e o livro do Torquatto, sobre maquiagem.

Ontem, devorei a Estilo de junho; nada demais, a propósito. Hoje, vou encarar o "Agindo...". Significa que teremos muito assunto daqui para frente. rsrsrsrs.