terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Encontrando a amiga

Eu deveria ter ido à academia, eu sei. Mas a Lara falou comigo pelo msn e perguntou se essa semana haveria possibilidade de nos encontrarmos. Sacrifiquei a ginástica sem dor na consciência. Fomos ao Pátio Dom Luis, que por sinal é lindo de viver e está quase todo em liquidação. Já sabem, mulheres e faixas com os dizeres "liquidação" são magneticamente atrativos.

Perdemos a noção do tempo experimentando sapatos, e por milagre saí da loja sem qualquer exemplar. (quase posso ouvir sinos e um coral cantando "Aleluia"). Fomos até a Rabelo ver as tvs, e o atendimento de lá não se presta a comentários neste blog. Subimos e demos de cara com uma loja de utilidades. Claro, aproveitei e adquiri umas coisinhas para a casa de Tianguá (repitam comigo "a nossa casa", hahahahaha).

Enfim, fomos fazer o que inicialmente nos conduziu até lá: padaria. As guloseimas são de encher os olhos e as células adiposas, antes mesmo de levar qualquer coisa à balança, rs.

Conversamos tanto que quando percebemos, os garçons estavam a ponto de nos pedir gentilmente que saíssemos. Vergonha mode on.

Para terminar bem a noite, fotinho. Não reparem a ausência de maquiagem, e por favor vejam como o meu cabelo está brilhoso, obra do novo creminho da L' Oreal e da megapower mini-Taiff. Amo muito tudo isso, rsrsrs.