quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Muttley mode off

A vibe de não reclamar continua... e as mudanças são visíveis... incrível como me sinto menos aborrecida, menos ansiosa, mais de bem com o mundo.

Amado ontem, inclusive, ressaltou a diferença entre ponderar e reclamar. De fato, fiquei chateada com o tempo desperdiçado na sala de espera da Procuradoria Geral do Estado: quase 2h de espera, fora o atendimento em si! Mas ao invés de acionar o Muttley que há em mim, li algumas revistas à disposição, futriquei o celular e me arrependi de não ter levado duas revistas Veja que estavam no carro.

Bom, mas é isso, a gente lida com o que tem né? Porém, como nem tudo é perfeito e viver é um exercício ininterrupto, reúno forças para não enlouquecer com o trânsito, os congestionamentos, os desvios, as inúmeras obras pela cidade, o caos habitual. Ontem à noite, coloquei no som o pendrive com o audiolivro "Investimentos Inteligentes", do Gustavo Cerbasi. Bacana, recomendo!

Como eu desperdiço cerca de 1h30 diariamente com deslocamentos, os audiolivros são um meio eficiente de passar o tempo, e agregar conhecimento. Vou investir mais nesse tipo de livro, já que, via de regra, os físicos ficam lá na estante empoeirando... leio um ou outro, mas confesso que há anos não sou ávida como antes. 

Pois bem, fica o depoimento de quem está buscando, árduamente, reclamar menos, orar mais, mudar hábitos nocivos e com isso ser mais feliz. Quem vem comigo?