terça-feira, 9 de agosto de 2011

Pedagogia com eficácia comprovada

Não é de hoje que enfrento problemas com os comportamentos inadequados da minha irmã. Por sinal, como diria nossa genitora, ela veio "de encomenda, para testar nossa paciência e resignação". Pois bem, vinte e três anos de convivência atribulada, e agora descobri um mecanismo altamente eficaz para que ela faça exatamente o que deve, na hora certa...

Diariamente, eu me disponho a conduzi-la de casa ao trabalho, a despeito de o escritório ficar no Centro, e o local de trabalho dela, no Meireles. Não é necessário mencionar o trânsito adicional, tampouco o incremento no gasto de gasolina...

Acordo às 6:10, e em dias de maior preguiça, 6:20. Tudo bem cronometrado, inclusive escolho o figurino no dia anterior, visto que costumo acordar em modo de espera, rsrsrs. O cérebro só liga, de fato, um bom tempo depois disso. 

A cidadã só se levanta quando ouve a porta do meu quarto se abrir... suspeito que os atrasos dela possam tem relação com os dias em que a porta não fica fechada, então quando eu fosse à cozinha, ela não ouviria, e consequentemente não acordaria. Vou avaliar...

Sim, cansada ao extremo de reclamar com os constantes atrasos, decidi tirar o carro da garagem e fechar o portão. Como mágica, ela se materializou no banco do passageiro. Calmamente, comuniquei que, de agora em diante (isso foi ontem), acaso eu estivesse dentro do carro e ela não, eu iria embora. Resultado? Quando saí do quarto rumo à garagem, ela passou por mim e tratou de entrar primeiro. 

E depois dizem que depois de velho o ser humano não consegue aprender...