segunda-feira, 16 de maio de 2011

O POVO Online - Política - Buraqueira sem fim na BR-222

O POVO Online - Política - Buraqueira sem fim na BR-222

Buraqueira sem fim na BR-222

Fonte: O POVO Online/OPOVO/Politica

(6) Envie seu comentário

Foi de forma criativa que Cid Gomes e centenas de apoiadores protestaram contra a precária situação das BRs que cortam o Ceará. Um rali percorreu 102 km de uma estrada que há tempos não recebe manutenção

16.05.2011| 01:30

0



Rali na BR-222 mostrou a realidade preocupante de uma das principais rodovias do estado. Agora, população e governador esperam ações efetivas do Ministério dos Transportes (FOTO RAFAEL CAVALCANTE)
Rali na BR-222 mostrou a realidade preocupante de uma das principais rodovias do estado. Agora, população e governador esperam ações efetivas do Ministério dos Transportes (FOTO RAFAEL CAVALCANTE)

O evento havia sido divulgado pelo chefe do Executivo no último dia 7, durante o Governo Itinerante na cidade natal de Cid, quando ele fez críticas diretas ao ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR), pelo descaso com as rodovias federais no Ceará.

A concentração começou cedo, por volta das oito horas da manhã. Mas o “1º Rally na BR 222” só começou duas horas e meia depois, com a chegada do governador Cid Gomes (PSB) ao município de Sobral.

Cerca de 100 carros acompanharam em comboio os 102 km do rali, que pretendia, segundo o idealizador do evento, Wellington Macedo, “chamar a atenção” dos dirigentes do Ministérios dos Transportes e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para as péssimas condições em que se encontra a BR 222, principal rodovia que dá acesso à Região Norte do Estado.

“Pode parecer mentira, mas há dez anos eu já havia participado de uma manifestação na mesma BR, com queima de pneus na pista, para reivindicar a restauração da rodovia e nada foi feito de lá para cá”, criticou Macedo.


Críticas

Dirigindo um veículo 4x4, ao lado do prefeito de Sobral, Veveu Arruda (PT), o governador fez uma parada no município de Irauçuba, onde foi recebido com festa pela população.

Lá, Cid reafirmou as críticas ao ministro e disse que a culpa pelas péssimas condições das BRs no Estado são de “exclusiva” responsabilidade do Ministério dos Transportes e do Dnit.

Quanto à queixa-crime impetrada pelo ministro contra o governador, Cid disse que “as divergências, que existem e são claras, entre a pessoa física de Cid Gomes e a pessoa física do ministro (Alfredo Nascimento) vão ser resolvidas no Superior Tribunal de Justiça (STJ)”.

“Eu conheço a pessoa (ministro) de algum tempo atrás e eu vou mostrar lá no Tribunal quem ele é. O que ele não pode é tentar tirar o foco da realidade das estradas”, disparou.

No entanto, ao destacar que não queria transformar o problema em “bate-boca” entre ele e o ministro, o governador afirmou que aquela era uma manifestação pacífica, criativa e bem humorada. “Como cearense, estou me somando às pessoas nesse protesto”, ponderou.

O governador lembrou, ainda, que o fato de ele ter ido ou não ao Ministério para cobrar uma ação do órgão, não exime o ministro da responsabilidade com as estradas federais que cortam o Ceará.

Ao chegar ao município de Itapagé, Cid Gomes frisou que a ação não era um “proveito político”, e anunciou que o Governo do Estado vai investir, de junho a dezembro deste ano, R$70 milhões somente em manutenção nas rodoviais estaduais.

Por quê

ENTENDA A NOTÍCIA

O péssimo estado das BRs cearenses provocou uma crise entre Cid Gomes e o ministro Alfredo Nascimento. O governador acusou o ministro de corrupto e inepto. Em resposta, Nascimento foi à Justiça pedir a prisão de Cid.

BASTIDORES

Uma multidão esperava o governador Cid Gomes (PSB) no município de Itapagé, onde um palanque estava montado para abrigar a final da “competição”. Ao invés de servir para premiação, o palanque aglomerou deputados estaduais, federais e lideranças políticas da região.

Dentre os políticos presentes estavam os deputados estaduais Roberto Cláudio (PSB), que é presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PSB), Ferreira Aragão (PDT), Edísio Pacheco (PV), Bethrose Fontenele (PRP), além do deputado federal Padre Zé Linhares (PP) e dos secretários de Turismo, Bismark Maia e de Infraestrutura, Adail Fontenele.

Como os holofotes do evento estavam voltados para a presença do governador, o troféu que seria destinado ao Ministério dos Transportes e Dnit acabaram não sendo entregues pelos organizadores do evento.

Os dizeres dos troféus eram: “Parabéns pela sua contribuição nos 276 óbitos em 3.779 acidentes registrados nas BRs do Ceará em 2010”.

A primeira dama do Estado, Maria Célia Habib Ferreira Gomes, esteve presente durante todo o trajeto e vestiu a camisa do rali. Ele esteve ao lado do governador também no alanque, onde distribui acenos a população.

O prefeito de Sobral, Veveu Arruda (PT), aproveitou a ocasião para defender o governador Cid Gomes das críticas do ministro dos Transportes. De acordo com Arruda, quem tem “problemas com a Justiça” é Alfredo Nascimento e não Cid. “Ele (o ministro) não pode criar fantoches para distorcer a realidade”, criticou.

Ranne Almeida
ranne@opovo.com.br