quinta-feira, 24 de março de 2011

Um resgate...

Ok, apesar dos comentários da mamãe e do namorido, não estou certa de ter taaaaaaaanta roupa assim... Vamos combinar que um guarda-roupas de 6 portas, com 3 gavetas, 2 locais para calças, mais um gaveteiro com (ahn, hum, er...) umas 8 gavetas, mais um móvel para sapatos... não é lá muita coisa. Para atestar a veracidade do que digo, umas fotinhos dos closets de algumas moçoilas:

Imagem daqui

Well, creio que estou mais que justificada e compreendida, depois das imagens acima. (ô mãe, vê se para de reclamar da quantidade de sapatos que eu tenho!!!). Pois bem, ontem eu cheguei em casa ávida para montar um look navy para vir ao trabalho hoje. Isso porque adquiri ontem uma sapatilha vermelho-cereja, que super-combina com marinho e branco.

Separei a blusa marinho com listras brancas, o casaqueto branco, o colar de coroa que me custou absurdos R$ 5,00 na C&A do Via Sul... mas faltava a calça. Como as minhas sociais tem barras com comprimentos para saltos, tive que apelar para a boa e velha calça jeans. E aí? É, começou o drama.

Tenho uma quantidade razoável de calças jeans... a questão é que as bordinhas de catupiry instaladas na minha cintura e os centímetros a mais no meu derrière limitam significativamente as possibilidades. Fora a questão das barras. 

Daí que puxei aquela-pilha-de-calças-dobradas-que-não-cabem-nos-locais-apropriados e experimentei uma que casaria com o look proposto. Entrou com um certo grau de dificuldade, fechou sem grandes dramas. Mas tá apertada!!! Em momentos como esse é que me dou conta da m*&%$# que estou permitindo ficar o meu corpo. Que diabos de desespero é esse por comida, que supera a auto-estima de vestir uma roupa e ter um excelente caimento???

Vaidade não é só cabelo hidratado, unhas feitas e maquiagem, como diria meu sapientíssimo consorte. Ei loirinha, cadê sua auto-estima??? Deixa a preguiça de lado e lembra daquela "calça termômetro", que está jogada no armário há séculos, porque sequer passa das coxas!!!

Simbora, porque economia também é reutilizar peças existentes no armário, né não??? Fora que é preciso recusar, terminantemente, qualquer peça em tamanho acima do M, ou da numeração 42. Mãos, ou melhor pernas, à obra! Ao resgate do corpo são, da mente sã, e de certas peças encalhadas no guarda-roupas.