terça-feira, 29 de junho de 2010

Cansei...

Cansei de orar e pedir paciência,
Cansei de calar e seguir,
Cansei de pedir auxílio aos Céus,
Cansei de relevar e me desculpar,
Cansei de fingir aceitação resignada.

A verdade é que estou de saco cheio de tudo isso, e a minha vontade hoje é de mandar tudo pelos ares, e despejar a meia tonelada de pensamentos e palavras que carrego engasgadas em mim. Meus instintos hoje estão aflorados, e tudo que eu desejava era poder testar uns golpes de boxe em certas faces fingidas e falsas, ou ainda arrancar uns pedaços de carne com os dentes. Selvageria pura.

Só que aí vem o verniz social, os comportamentos aceitáveis, o consciente repressor, e todas essas vontades, todos os instintos, são novamente aprisionados no inconsciente e eu sigo, pesada, com o nó na garganta e a angústia no peito...