sexta-feira, 18 de junho de 2010

Sanidade prejudicada

Há dias em que me sinto sufocada, oprimida, e uma angústia sem fim toma conta do ar que respiro, dos pensamentos, dos sentimentos e até das orações. A vontade é de sair correndo, gritando, numa tentativa de exorcizar todas as aflições. Mas vamos combinar, fazer isso é impossível, salvo se a intenção fosse de ser internada numa clínica psiquiátrica.

Em dias como esse, se fosse possível, eu ficaria embaixo dos lençóis, ventilador ligado, controle da tv na mão, e se a coragem permitisse, até levantaria para buscar água. Dias em que o desejo é virar glitter, rs.

Mas questa maledeta vida moderna não permite nada além de jornada semanal de 40 a 44 horas, muitas contas em aberto, um corre-corre sem fim e a felicidade em segundo plano. Ser feliz, de segunda  a sexta, só depois das 18h e antes das 23h, porque é preciso dormir para acordar cedo no dia seguinte e retomar a rotina.

Essa estagnação está prejudicando a minha sanidade.