terça-feira, 15 de junho de 2010

Mico verde-amarelo? Never!

Creio que faço parte de um restritíssimo grupo de pessoas que se recusa a vestir a péssima combinação verde-amarelo. Nada anti-patriótico, por favor me entendam. Primeiro: detesto verde, e aparentemente sem explicação plausível. Não me recordo de nenhum trauma (até acho que devo ter usado quando criança), por isso creio que seja só implicância com a cor.

Quem me conhece sabe que eu costumo dizer que (certas) loiras vestidas de (certos tons de) verde parecem periquitos-australianos. Dia desses, vi uma que parecia o Louro José, porque a cabeleira era um loiro tão manchado, enfiada num vestido verde-bandeira (tom péssimo para combinações, parece forro de mesa de sinuca!!!), e o "conjunto da obra" estava tão escandalosamente berrante que até namorido riu e comentou a bizarrice.

Pois bem. Hoje eu vi uma espécime que não devia ser desse mundo. Se bem que pelo figurino, não só era terrena, quanto fazia questão de comprovar ser torcedora brasileira, rsrsrsrs. Vamos à cena: fila do banco. Entra uma mulher de óculos escuros, trajes de academia. De baixo para cima - top verde com um transfer escrito BRASIL, abrigo amarelo, legging verde, meias e tênis brancos. Tudo absolutamente nos tons patrióticos. 

Vamos combinar... sem noção total!!! 

Hoje o povo tá meio maluco por causa da estreia da seleção na Copa. Respeito quem goste de se vestir de bandeira-ambulante, mas minha contribuição em termos de figurino se limita a um cinto de tecido amarelo e sapatilhas azul-marinho, num look jeans + chemisier branco. Ah! e um mini par de brincos de bandeira, discretamente disposto no segundo furo de cada orelha. 
 Porque torcer pelo Brasil sim, mas pagar mico parecendo um periquito-australiano, JAMAIS!