sexta-feira, 11 de junho de 2010

Para tudo e chama a Nasa!


Acho que sou meio Becky Bloom, rs. Para quem não conhece a personagem, clica aqui. Pois bem... Como a Becky, eu também sou apaixonada pela palavra LIQUIDAÇÃO. A loucura é tão grande que, em plena aula, o professor falou em liquidação de sentença e a doida aqui pensou em vitrines. rsrsrsrsrs

Ontem, na reunião no centro espírita, o tema em discussão era "Obediência e Resignação". Lá pelas tantas, uma das participantes fala justamente sobre a incapacidade feminina em resistir aos impulsos consumistas. Identificação t-o-t-a-l, rs. É fato... admiro quem vive alheio às tentações consumeristas. Eu até resisto, na maior parte do tempo, rs.

A razão desse post é ocupar a cabeça para não pensar no e-mail que recebi hoje com as promoções de inverno da Shoestock. Claro que não me contive, fui conferir e me deparei com três peças lindas de viver, que acabaram na minha lista de desejos no site: uma bota (R$ 199,00) e duas bolsas (R$ 299,00 cada).
***pausa dramática***

Mesmo com a minha cabecinha dizendo "compra, a bota é Shoestock, de couro, a cor é perfeita, não tem frete e ainda é exatamente do jeitinho que você queria, além de que pode parcelar em 3x", resisti. Ponderei os gastos com os mimos para o namorido (visto que amanhã é o dia dos namorados), repeti mentalmente que já havia comprado dois vestidinhos em promoção na Renner (R$ 29,00 cada), e lembrei do triste fato de estar com os cartões abarrotados de parcelas de impulsos anteriores.

E a vida é assim... freando e cedendo aos apelos de marketing, e ao chamado tentador das palavras "promoção" e "liquidação". Mas que as bolsas são lindas, e a bota é p-e-r-f-e-i-t-a, isso eu realmente não posso negar. prontofalei!