quinta-feira, 27 de maio de 2010

Abuso de generosidade

Acredito que sou o tipo de pessoa que ajuda sempre que possível. Uma carona, emprestar alguma coisa, fazer um favor... mas infelizmente o mundo tá cheio de gente que adora se aproveitar da boa vontade alheia. Vamos lá...

Adoro a galera do curso de Especialização, pelo menos a maior parte. Mas tem um ou outro "escorão", que a gente estende a mão e quando percebe, a criatura tá levando anel, pulseira, rsrsrs. Daí que a minha praticidade em pedir aos professores que repassem seus materiais via e-mail acabou gerando uma espécie de obrigação: tenho que pedir sempre, e ainda aguento o povo dando instruções para encaminhar hoje, amanhã, para o e-mail x, y, z...

Semana passada, o professor havia pedido para começar a aula mais cedo, e eu me prontifiquei a informar ao grupo via e-mail. Aproveitei que ia fazer isso e avisei que havia dado certo as justificativas de ausência na aula anterior, que alguns haviam feito pessoalmente, outros via telefone. Daí responde uma cristã: "e por que não fez a minha também???"

Ora, ora, ora... vê se pode??? Virei secretária?!?!?! Nananinanão! Fazer favor é uma coisa, ser cobrada por isso é outra absolutamente diferente. Fiquei bege, furiosa, mas não respondi. Mas que deu vontade de mandar praquele canto, isso deu sim, rsrs.