quinta-feira, 5 de julho de 2012

Alguém normal em busca de si mesmo

Ontem foi minha primeira sessão pós tudo. Incrível como a terapia ajuda a compreender menos apaixonadamente as coisas, sabe? Um olhar crítico, mostrando ângulos que permitem enxergar variáveis.

Devo parte significativa do meu progresso como pessoa a essa criatura que Deus colocou no meu caminho... porque mesmo vibrando, sofrendo junto, ela mantém a distância necessária que permite me auxiliar, sem tomar partido.

Obviamente, o sucesso da terapia não é mérito exclusivo do terapeuta, mas essencialmente a doação do próprio paciente... e nessa "relação", resolvi mergulhar de cabeça para me permitir ser auxiliada. Tem funcionado, e muito! 

Já disse noutro post o quanto o primeiro semestre de 2012 foi sofrido para mim, acrescendo àquele o fato ocorrido no dia 29, o doloroso dia 30... e estou convicta de que, se não houvesse o suporte psicológico, eu teria sucumbido em dor e sofrimento. Antes do blog, antes da terapia, expressar o que vai aqui dentro era impensado, quase proibido. Ah! e teve o muay-thai também... uma forma bem singela de externar sentimentos. rsrsrsrsrsrs

Fica a dica... porque terapia não é coisa de gente doida... na verdade, é para destemidos que estão em busca de si mesmos... o que vai na essência, muitas vezes encoberta por camadas e camadas de verniz social.