terça-feira, 31 de julho de 2012

A escada

A escada à frente, dessa vez, parece menos penosa. Não há degraus absurdamente altos, tampouco quem está ao lado tem medo de subir. Demo-nos as mãos e já enfrentamos o primeiro degrau. Se chegaremos ao topo, só Deus sabe. O que é fato nisso tudo é que ambos empreendemos esforços reais para subir. 

Juntos.