terça-feira, 1 de novembro de 2011

Fã de Marisa Monte

Imagem daqui

Eu sou fã incondicional de Marisa Monte. Sim, do tipo que compra os cds originais, e abre espaço para cada novidade no porta-cds do carro. Nem que, para isso, seja necessário sacrificar um ou outro cd [quase] igualmente adorado.

Daí que, após um lapso temporal relativamente longo, ela lançou um novo álbum... lembro-me perfeitamente quando vislumbrei os dois anteriores - Universo ao Meu Redor e Infinito Particular - numa loja da Saraiva, no Rio de Janeiro, em meados de 2006. Gente, é coisa de amor mesmo...

À época, nada de ultra-mega-modernos "mp345678", rsrsrs. Muito menos, de celulares inteligentes. Era um tempo em que a gente carregava na bolsa um trambolho que só tocava cd. Nem rádio o infeliz reproduzia. E assim eu retornei ao hotel onde estava hospedada, ouvindo cada faixa com o mesmo entusiasmo de uma criança, descobrindo funções de um brinquedinho novo.

Já chegando ao destino, uma das caixas caiu do meu colo, e aqueles "dentinhos" que travam o cd na embalagem, foram para o espaço. Quase posso sentir, agora, a mesma dor que me invadiu naquele instante, 5 anos atrás. Abri a caixa, constatei os danos, e fechei novamente, na esperança de poder reconstituir cada um com cola instantânea. Isso, claro, quando retornasse à Fortaleza.

Hoje, não posso transcrever em palavras a louca vontade de poder sair correndo até as Lojas Americanas, no horário de almoço, a fim de adquirir o mais novo trabalho da minha musa. A mulher que canta as dores e as delícias de se viver. Sem falar no nome do álbum... bem sugestivo: "O que você quer saber de verdade".

PS: sou do tipo que chora, quando ela entra no palco. Fui a dois shows aqui na terrinha, e em ambos, não pude conter a emoção ao ouvi-la.