terça-feira, 2 de abril de 2013

Entre a tristeza e a esperança, dois filmes

Há dias em que, subitamente, sinto como se estivesse recebendo um beijo de um dementador*... de repente, a vitalidade, a alegria de viver, tudo se esvai como água pelo ralo. Ao contrário dos bruxos, que aprendem desde muito cedo a conjurar feitiços, não desenvolvi habilidades para prevenir ou mesmo me defender de um ataque. 

Quem convive comigo sabe a quem e a que me refiro... 

Assisto, impotente, enquanto rezo para que algo aconteça e mude essa sorte. E quando digo que "algo aconteça", refiro-me a ações próprias, nada ligada a terceiros. Já não alimento a Rapunzel em mim a long time a go. 

Enquanto fervilham ideias, apuro o olhar para tentar pescar alguma que seja prática, aplicável... até agora, nada. Mas é assim mesmo, keep moving foward. Minha hora há de chegar.


*Para quem não conhece a saga Harry Potter, eis aqui uma definição bem simples (texto daqui), com um paralelo à psicanálise:


O Significado dos Dementadores em Harry Potter

    Um dia lemos um livro sobre psicanálise de alguns livros, quadrinhos e coisas do tipo. A análise mais interessante que achamos foi sobre os dementadores da saga Harry Potter, escrita por J.K Rowling.
      Para quem não sabe, no mundo de Harry Potter, dementadores são criaturas que se alimentam das boas lembranças das pessoas, e podem até sugar sua alma com um beijo. O único modo de derrotar um dementador é  usando o feitiço "expexto patronum" enquanto pensa em um lembrança muito feliz.
      De acordo com o livro da psicanálise, os dementadores são uma representação da depressão. Essa doença não nos traz lembranças tristes, e sim, nos impede de lembrar e sentir alegria com nossas boas lembranças, restando assim apenas o vazio, assim como os dementadores. Eles não nos trazem tristeza, apenas se alimentam de nossas boas lembranças, assim como a depressão.
      Como já foi dito, o único meio de derrotar um dementador é um feitiço, e pensar na lembrança mais feliz que você tiver. Assim como para sair da depressão é preciso se lembrar de suas boas lembranças.
      E os dementadores podem tirar sua alma, e assim não tem mais volta. E assim é com a depressão. Se você se perder muito em tristezas é muito difícil voltar