quinta-feira, 8 de julho de 2010

A essência é inatingível

Podem me difamar à vontade
Falar mal de mim pelas costas é certamente um esporte divertido!
Continuem também usando de toda sorte de artifícios para minar a minha auto-estima
Sintam-se livres!

Humilhem, rebaixem, ajam sempre na surdina, como nos últimos tempos
Funciona, estejam certos de que os outros compreenderam a mensagem
O comentário é geral.

Se resolverem inspirar-se no episódio Elisa Samúdio, por mim ok. 

Mesmo que me arranquem pedaços, que sirvam aos javalis ou aos cães, ninguém nesse mundo conseguirá alcançar a minha essência. E quem eu sou, o que represento, tudo isso vai permanecer. Aprendam a conviver com isso, rs.