sexta-feira, 21 de março de 2014

Pensando bem...

"Ando tão perdido em meus pensamentos
Longe já se vão os meus dias de paz"*

Uma mente monotemática, não descansa, não dá sossego... análises, conjecturas, hipóteses, e o corpo não se move. Tenho me sentido como o homem do filme "O escafandro e a borboleta", que sofre da síndrome de "locked-in" [Síndrome do encarceramento é uma rara condição, onde os movimentos do corpo inteiro são paralisados com exceção dos olhos, mas as faculdades mentais se mantêm perfeitas. Fonte: Wikipédia].

Juro que procuro alternativas, focar noutras coisas, mas a qualquer hora do dia [ou da noite] o assunto povoa os pensamentos, e quando não há mais como reter, o jeito é abrir as comportas e inundar os ouvidos alheios. Provavelmente estou me tornando [ainda mais] chata, repetitiva, previsível. 

Se aquela história toda que o filme/livro "O Segredo" for real, factível, então deve significar que estou mais próxima daquilo que almejo. Às vezes, as visualizações são tão reais que chegam a causar comoção. Em mim, óbvio. O curioso é que eu sempre achei que daria conta de um roteiro num piscar de olhos, porém descobri que não... sei lá, talvez eu seja só aquele cachorro correndo atrás do carro, latindo... e se o carro parar, o que eu vou fazer mesmo hein??? rsrsrs

E quando for de verdade? E se não acontecer?

João, meu amor: "Eu não te dou sossego, e eu não me deixo em paz"**. rsrsrs

*Acelerou, Djavan.
**Confesso, Ana Carolina.