quarta-feira, 27 de junho de 2012

A relatividade das coisas

2012 realmente tem sido um ano diferenciado... desde as primeiras horas do primeiro dia, literalmente. Não obstante a precariedade da saúde do vovô, em janeiro, que o levou a ficar internado - entre isolamento na UTI, UTI, apartamento - por 2 meses, situação que permanece nos dias atuais; a leucemia da [até então] caçula da família, Letícia, que nos tirou o chão e pôs fim a entreveros supostamente insolúveis.

Obviamente, houve ainda o deslinde do fim de um relacionamento de [quase] quatro anos, o luto e o renascimento, que a terapia desnudou e agora está, enfim, cicatrizado e bem resolvido.

Esse preâmbulo tem o intuito tão somente de reafirmar o quanto as coisas nas nossas vidas são relativas... tudo depende da forma como a gente encara. Pois bem, dito isso, vamos à história que deu origem ao post:
 
Ontem saí da academia com dor, cansada e faminta. Em ordem de prioridades, resolvi tomar uma sopa para, então, comprar o remédio na farmácia que fica ao lado da padaria. Detalhe, comprei uma pamonha e um potinho com canjica, porque simplesmente amo derivados de milho. Ok, entro na farmácia, peço o remédio e...
 
...esqueço a sacolinha com a pamonha e a canjica. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Cumpre ressaltar que só agora me dei conta disso, e ao invés de ficar com raiva de mim mesma, eu ri. Percebi que sou desligada, sim, mas que isso não é caso de morte. Só para contextualizar esse defeito, mandei trocar virolas de 2 sapatos que pretendia levar na viagem de aniversário. Adivinhem só se não esqueci a sacola em cima de outro carro, no estacionamento? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk (só para esclarecer: quando percebi, liguei e a Socorro, que trabalha comigo, correu até o estacionamento e guardou a sacola no carro dela)
 
Naquela ocasião, eu também ri. E em São Paulo, percebi que jamais conseguiria usar ambos os sapatos, por causa do frio... só usei botas. 
 
É isso... eu aceito esse defeito, não vou estragar meus dias. A vida continua, e há outras coisas que demandam muito mais atenção e ocupação do que uma sacolinha com pamonha e canjica, rsrsrs.