sábado, 19 de julho de 2014

Os primeiros dois anos do resto de nossas vidas

Se eu tivesse três desejos, hoje, certamente o principal deles seria o de que você, meu noivo/amigo/cúmplice/parceiro pudesse realizar o seu sonho, o quanto antes... mas isso está a encargo da sua bagagem, aliada à reunião de condições propícias... 

Nesses dois anos de convivência, pude perceber que somos muito diferentes, tivemos criações bem distintas. Ponto para nós! Nas diferentes formas de ver o mundo, compartilhamos pontos de vista, e crescemos. Juntos.

Quero que você jamais duvide que estou aqui, ao seu lado, para lhe dizer que sim, você é capaz. Não importa quem tenha dito o contrário, o quão reforçada essa ideia esteja na sua cabeça; você pode ser mais, e melhor, sempre.

Imagem daqui
O amadurecimento, em tese, significa reavaliar periodicamente as "certezas" com as quais nos deparamos, desde a infância. Se um dia, ou todo dia, alguém diz que você não foi/é/será um bom pai, eu estou/estarei aqui para dizer: faça diferente. É estupidez achar que os resultados serão outros, se você agir sempre da mesma forma. A relação que você vem construindo com a sua filha, ao longo dos últimos dois anos, é a prova de que sim, é possível ser como as ondas do mar: fazer de cada recuo um novo começo.

Imagem daqui
Se alguém disse a você, ou falou sobre você, acerca da "demora" na convocação/aprovação, eu estou/estarei aqui para dizer: persista! A vida é para quem não desiste na primeira topada... e que seja em Fortaleza, em Teresina, no Rio, ou nos cafundós do Judas, saiba: eu estarei ao seu lado.

Você, mais do que qualquer outra pessoa nesse mundo, sabe que é real, é palpável, e que não importa quanta interferência, quantas atitudes, quantos gestos tenhamos de suportar: nós resistiremos. Esse relacionamento dá certo porque a gente investe nele, porque a gente acredita nele. Não precisa ser muito esperto para ver, basta querer ver. 

[E agora, puxando a brasa para a minha sardinha] Basta uma olhadela para trás, para o que você viveu antes do dia 19 de julho de 2012; agora, olhe desta data em diante. Perceba que nem você, nem eu, somos mais as mesmas pessoas que estavam naquele carro, naquela noite do pedido de namoro. Eis a magia do amor: ele nos transforma no melhor que podemos ser. Quem ama dá asas para voar, e motivos para ficar... e eu sei que você tem ambos, assim como eu. E nós, dia após dia, pousamos no mesmo lugar por escolha própria.
Imagem daqui

Que venham muitos e muitos anos de aprendizado, cumplicidade, amor, incentivo, dúvidas e certezas... crescimento. Como eu disse noutro post, quando somos dois, somos um casal; quando somos três, somos uma família.

Feliz nosso dia 19 de julho de 2014.